sexta-feira, 9 de maio de 2008


AS PALAVRAS SE FORAM


Entre tantas qualidades e formas de agir de Duda uma de suas características marcantes sempre fora sua eloqüência e oratória. Mas hoje mais uma vez a vida lhe deu uma rasteira, só que está lhe dói no fundo da alma.
Seu incansável e árduo trabalho e labuta diária em seus afazeres profissionais sempre vêem acompanhados de dilemas familiares e com “amigos” que tem uma enorme dificuldade de aceitar e amar Maria Eduarda como é.
Mas hoje o silencio impera e as palavras sempre tão meigas e companheiras de Duda , lhe abandonaram ...
Essa decepção talvez não tenha cura ...

2 comentários:

EU TAMBÊM QUERO FALAR "UMAS"!!! disse...

Eu sou apenas um deficiente "virtual", tarado, que nem ao menos pode servir para srta DUDA desabafar; E que costuma pedir desculpa para quem pisar no seu pé. Um cachorrinho fadado à pontapés.

EU TAMBÊM QUERO FALAR "UMAS"!!! disse...

pode voltar a escrever, OK, essa é a utima vez que entro.

ass. *GENÉRICO.

*BENEFICIO= Não exige REGIME, e faz o mesmo EFEITO em curar carências do quê os de marca.